#Entrelinhas


O Morro dos Ventos Uivantes é o único romance escrito por Emily Brontë. Publicado pela primeira vez em 1847 sob o pseudônimo da autora Ellis Bell, e uma edição póstuma foi editada por sua irmã Charlotte.
O nome do romance vem de uma mansão, nas charnecas de Yorkshire, em que a história se passa (como um adjetivo, Wuthering é uma palavra que se refere a ‘tempo de turbulência’). A narrativa trata do apaixonado, e contrariado, amor entre Catherine Earnshaw e Heathcliff, e como esta paixão termina por destruir muitos ao seu redor.

Considerada um clássico da literatura inglesa, O Morro dos Ventos Uivantes não foi bem recebido inicialmente, confundindo os críticos com sua estrutura inovadora, principalmente devido à descrição crua da narrativa de crueldade mental e física. Mais tarde, essa visão foi revista e consideraram que a originalidade de O Morro dos Ventos Uivantes excedeu aos trabalhos de suas irmãs Charlotte e Anne e embora tenha recebido críticas na época em que foi lançado, o livro foi incluído noos clássicos da literatura inglesa.
O Morro dos Ventos Uivantes também deu origem a muitas adaptações e obras inspiradas, incluindo filmes, rádio, adaptações para a TV e musicais.

Apesar de muitos retratarem apenas o aspecto relacionado ao amor do livro, O Morro dos Ventos Uivantes é na verdade uma história de vingança. Ele descreve a vida de Heathcliff, uma pessoa de misterioso aspecto cigano, desde sua infância (cerca de sete anos de idade) até sua morte aos quarenta. Heathcliff é recebido por sua família adotiva e, em seguida, é reduzido à condição de servo, fugindo quando seu amor, a jovem Catherine, decide se casar com outro. Anos depois ele volta rico e educado com o objetivo de se vingar das duas famílias que ele acreditava terem arruinado sua vida. O conto se passa na Granja da Cruz dos Tordos, em Gimmerton, Yorkshire, Inglaterra.

 Ao longo dos tempo, a obra passou por diversas edições e adaptações de linguagem e estética. Confira O Morro dos Ventos Uivantes ao decorrer dos anos:




         




Por Tuane Moura

2 comentários:

Menina D. 29 de janeiro de 2013 07:57  

Eu sempre quis ler esse livro, pois tenho muita curiosidade sobre a estória e apesar dele não ser minha prioridade espero lê-lo em breve.
Adorei seu post, pois ele esclareceu algumas pontos que eu não entendia como, por exemplo, o nome do livro.
Indiquei um selinho para o seu blog, espero que goste: http://densidadefemininaa.blogspot.com.br/2013/01/primeiro-selinho-do-blog.html

Beijos

Bianca Spinola e Tuane Moura 30 de janeiro de 2013 05:23  

Olá flor! Obrigada pelo selo! O livro é incrivel, leia o quanto antes, vai lhe surpreender, mesmo.
beijos

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Template Para Blogspot