Citando


       E um pensamento final passou pela cabeça de seu irmão, enquanto ele observava as centenas de pessoas na distância prosseguindo com seus assuntos, e era o fato de que todos eles - os meninos pequenos, os meninos grandes, os pais, os avós, os tios, as pessoas que vivia sozinhas nas ruas e não pareciam ter parentes - usavam as mesmas roupas: um conjunto de pijama cinza listrado com um boné cinza listrado na cabeça.

       
       Não dói tanto assim”, disse Pavel numa voz gentil e delicada. “Não torne as coisas piores, pensando que dói mais do que você realmente está sentindo.

                    Temos que procurar fazer o melhor de uma situação ruim.
                 


— O menino do pijama listrado, John Boyne



                            

Por Tuane Moura  


4 comentários:

Larissa Alves 18 de janeiro de 2013 17:17  

Olá,
estou seguindo seu blog, vi que você está no começo então Boa Sorte e não desista, pois o começo é sempre muito difícil. Parabéns pelo blog, muito lindo. Obrigada pela visita, espero ver você mais vezes no blog.

Beijos.
http://quartodeegarota.blogspot.com.br

Bianca Spinola e Tuane Moura 18 de janeiro de 2013 17:29  

Obrigada você! Desejamos sucesso, igualmente! Venha sempre nos visitar!
Beijos!

Gabriela 21 de janeiro de 2013 18:42  

Esse livro é tão fofinho, e tem uma capa tão fofinha, e o filme é tão fofinho e os quotes são tão fofinhos. Pena que o final não é fofinho. :( Haha sucesso com o blog!

Bianca Spinola e Tuane Moura 23 de janeiro de 2013 07:05  

Obrigada, Gabi! Olhe bem, se até o mesmo o final da história fosse lá fofinho, quem sabe história não despertaria tanto interesse. Enfim, fofo e triste, certo? :)

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Template Para Blogspot